Últimas Notícias
Capa / Social / Homenageada da Semana: Terezinha Bianchi
Homenageada da Semana: Terezinha Bianchi

Homenageada da Semana: Terezinha Bianchi

Terezinha Bianchi, natural de Sacramento, nasceu aos 21 dias do mês de março de 1931, filha do casal Antônio Bianchi e Amália Zandonaide. Des pequena sempre muito criativa e espirituosa. Estudou seus primeiros anos na Escola Estadual Dr. Afonso Pena Júnior. Logo foi para Escola Estadual Cel. José Afonso de Almeida onde concluiu o magistério, pois era o sonho de seus pais que tivesse um futuro promissor.

Terminando os estudos, logo começou a trabalhar como professora no Arraia do Quenta sol, no mandato do prefeito da época Dr. João Cordeiro. Seu sonho de ser educadora durou pouco, pois conheceu seu príncipe encantado e logo casou-se, sonhando em construir sua família. Casou-se com Antero Jeronimo, companheiro exemplar e é sempre lembrando por todos.

Desta união vieram os filhos: Marly, Marluce, Márcia, Marlene, Marcos (in memoriam) e Maristela (in memoriam), Terezinha Bianchi tem 6 filhos, 14 netos e 9 bisnetos. Durante todos estes anos Terezinha foi muito ativa e participante seja nas atividades da Igreja Católica, através da Associação de São José, Irmandade do Santíssimo, filhas de Maria, movimentos focolares, encontro de casais com Cristo, dentre outros, seja na comunidade através dos grupos da 3º idade, associação de idosos, grupo de yoga, voluntária da APAE por muitos anos.

O tempo foi passando Terezinha Bianchi sempre ativa, amiga de muitos e porque não dizer amiga de todos? Foi representante por três vezes miss na melhor idade, representando Sacramento até em Uberaba. Foi homenageada nos 200 anos da cidade de Sacramento com plantio de uma muda, no Bosque do bicentenário.

A idade de 90 anos não abate esta mulher, por adorar os forrós tanto no Salão Arco-íris, proprietário Sr. Raul e no Recanto do Idoso. Sempre fala a saudade que sente. Reza toda hora, todo minuto para o termino desta pandemia para voltar a ver seus amigos (as), sentir o calor humano de suas amizades.

Espirituosa por demais sempre contando seus causos, suas piadas e o melhor de tudo não deixando ninguém triste ao seu lado. Ficamos imaginando quantas aventuras ela vivenciou e vive.  

Comentários