sábado , 18 maio 2024

Comunidade Católica e da educação choram a perda de Arlete Manzan

A cidade de Sacramento recebeu na tarde da última quinta-feira (14) com grande pesar e dor, a notícia do falecimento da professora Arlete Auxiliadora Manzan Frois, em especial, a educação onde dedicou por mais de 30 anos de sua vida, atualmente atuava na escola Cel. José Afonso de Almeida e também a comunidade católica local, pois era coordenadora da Pastoral Familiar ao lado de seu esposo, o diácono permanente Wantuil Marinho Frois.

O corpo de Arlete foi velado no velório municipal Maurício Bonatti por familiares e inúmeros amigos, desde a noite de quinta-feira até a manhã de sexta, de onde seu corpo seguiu para Basílica do Santíssimo Sacramento para missa de corpo presente. Em missa presidida pelo Pároco da Basílica Pe. Ricardo Alexandre Fidelis e concelebrada por Pe. Leandro Santos e que contou também com a presença de vários diáconos permanentes da Arquidiocese de Uberaba.

Ao final da missa, seu corpo seguiu para o cemitério, local onde foi sepultado. Arlete, além de deixar um grande legado na educação e na comunidade católica local, pelo seu amor e dedicação, deixa esposo diácono Wantuil Frois e os filhos Camila e Gustavo.

Sobre Jornal É Notícia

O Jornal a serviço de Sacramento / WhatsApp: 34 9 8423-26 86

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *