quarta-feira , 24 julho 2024

Comitê da Equidade realiza roda de conversa no dia da Consciência Negra

No dia 20 de novembro, dia em que se foi instituída oficialmente pela Lei n.º 12.519, de 10 de novembro de 2011, dia da Consciência Negra, e remete ao dia em que foi morto o líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, no ano de 1695, foi realizado na Casa da Cultura uma roda de conversas com apresentações musicais e exposição de arte da artista Marilese Pacheco.

O comitê da Equidade em Sacramento que é constituído Cleide de Jesus Souza, Karla Fernanda Pereira, Juliane dos Reis, Delcides Tiago Filho, Kenya Paulo de Oliveira, Luiz Alberto da Silva, Nara Ronita de Faria e Isis Valentina Inácio Borges.

O Comitê de Equidade de Gênero, Raça e Diversidade, está relacionado, portanto, a dar às pessoas o que elas precisam, de modo que, assim, todos tenham, realmente, acesso às mesmas oportunidades. Isso significa dar mais para quem precisa mais, de forma proporcional e adequada às suas circunstâncias.

Falar sobre o Dia da Consciência Negra é importante para abordar temas como o “Educação e Inclusão” em diferentes esferas da sociedade, por nesta noite teremos convidados que nos levarão a experiências vividas dentro de área de enfoque.

Participaram da Roda de Conversa a enfermeira formada pela Uniaraxa, 2011. Atuante na área há mais 10 anos, atualmente trabalha na Prefeitura Municipal de Sacramento/Secretaria de Saúde. Psicóloga formada pela Uniube,2019. Atuante na área clínica desde 2020. Pós-graduada em Saúde da Mulher e Psicologia Puerperal, possui formação em Escuta Clínica Racializada, Karla Fernanda Pereira, a Professora Roselane Cardoso, o Advogado e militante negro, Wolney Crispim, a Cabeleireira iniciante na transformação e valorização da autoestima em cabelos afros na cidade de Sacramento, Elaine Cristina da Silva, , a Rainha Perpétua da Congada, yalorisà do ylê Alaketu asè Afefè orum! Enfermeira graduada pós em saúde mental e cursando pós em Educação Especial e Inclusiva, História e cultura Afro Brasileira Lucimar Reis Jaques E o Professor, Cientista Social pela UNIFEOB – Universidade da Fundação de Ensino Octávio Bastos; Especialização em – Movimentos Culturais Populares; Autor de 3 livros na área; Pesquisador sobre – Manifestações culturais do catolicismo afro-mineiro em Sacramento, Júlio César Pereira.

As apresentações artísticas ficaram a cargo do músicos Karla Pereira e Thalissa Kassabian,Adilson Dantas, Willin Borges, Josimar Oliveira e Celinha.

Alguns dos participantes fizeram uma avaliação do evento. Karla Pereira “Ter um evento direcionado para reflexões sobre o Dia 20 de Novembro, demonstra sensibilidade sobre a necessidade de discussões para o despertar de todos sobre a Consciência Negra. Poder ocupar espaços de fala e provocar pensamentos na comunidade me traz muita satisfação e esperança de dias melhores com pessoas mais conscientes e atitudes antirracistas. Espaços de diálogo auxiliam na educação e proporcionam vivências potentes. A Secretaria de saúde, através do Comitê de Equidade e a Secretaria de Cultura, estão de parabéns!”

Lucimar dos Reis “Sobre o evento da Consciência Negra neste ano a iniciativa foi produtiva onde os participantes tiveram liberdade para exprimirem suas opiniões e relatos então essa semente plantada nos trará uma colheita farta!”

Júlio Cesar “O dia nacional de consciência negra. Comemorado no último dia 20 em Sacramento, traz como marco a criação do comitê dá equidade, para além da questão racial e garantindo direitos universais no sentido pleno da palavra equidade. Tal comitê que tem propostas multidisciplinares e uma abrangência global em suas secretarias. Necessárias na construção de políticas públicas tanto de gênero quanto racial”

Sobre Jornal É Notícia

O Jornal a serviço de Sacramento / WhatsApp: 34 9 8423-26 86

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *