terça-feira , 18 junho 2024

Morador de Uberaba é condenado a 17 anos de prisão por atos golpistas de 8 de janeiro

Fabiano André da Silva foi condenado pela invasão e depredação da sede dos Três Poderes, em Brasília, em 2023. Ele também terá que pagar uma multa diária de R$ 470 durante 100 dias. Por Julia Barduco, Eloisa Oliveira*, g1 Triângulo — Uberaba Um morador de Uberaba foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a cumprir 17 anos de pena pelos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023 na sede dos Três Poderes, em Brasília. Fabiano André da Silva, assim como outras 99 pessoas denunciadas, era investigado desde abril do ano passado.

De acordo com o STF, o homem denunciado pela invasão e depredação da sede dos Três Poderes foi julgado pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, deterioração do patrimônio tombado e associação criminosa armada.

Fabiano foi condenado a 15 anos e 6 meses de reclusão e 1 ano e 6 meses de detenção. O cumprimento da pena deve começar em regime fechado.

Além disso, ele deverá pagar multas diárias de R$ 470,66 durante 100 dias, totalizando R$ 47.066.

Fabiano também foi condenado a pagar uma parte da indenização por danos morais coletivos de R$ 30 milhões, que serão divididos entre os demais condenados.

“Por fim, condenou o réu Fabiano André da Silva no pagamento do valor mínimo indenizatório a título de danos morais coletivos de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais), a ser adimplido de forma solidária pelos demais condenados”, citou o documento. O g1 entrou em contato com a defesa de Fabiano e aguarda retorno.

Fonte: G1 / Foto: Divulgação

Sobre Jornal É Notícia

O Jornal a serviço de Sacramento / WhatsApp: 34 9 8423-26 86

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *