terça-feira , 18 junho 2024

Sacramento chora a perda do Professor Berto Cerchi

Sacramento recebeu com profunda tristeza no início da noite de terça-feira a notícia do falecimento do professor, poeta, escritor, historiador, ex-secretário de cultura e ex-vereador Carlos Alberto Cerchi ocorrido na Santa Casa de Misericórdia de Sacramento às 18:52min do dia 12 de dezembro. Devido a um tumor cerebral extremamente agressivo: Gliobastoma Multiforme, descoberto há exatamente 2 anos. Uma doença incurável. Sem tratar o tempo de vida se limita há 3 meses de vida e mesmo com cirurgia e tratamento não oferece boas chances de sobrevida. Pelo fato de ele ter ficado bom por 1 ano e meio após o primeiro tratamento, o seu caso foi para os bancos de estudos do Hospital de Amor de Barretos.

Seu corpo foi velado por familiares e amigos no plenário do Paço Municipal, sede do poder legislativo de Sacramento durante toda noite, às 08:00hs da manhã seu corpo foi coberto pela bandeira do município de Sacramento pelo prefeito Dr. Wesley De Santi de Melo, vice-Prefeito Osmar Trevisan Junior e presidente da Câmara Municipal Gregório Pereira Pinheiro. Logo em seguida foi realizada sessão póstuma, e exéquias proferidas por Pe. Ricardo Alexandre Fidelis que enalteceu a fé do professor em Nossa Senhora, em seguida fizeram uso para palavra filha Maria Cerchi, ex-vereador e historiador Amir Salomão Jacob, pelo PT partido pelo qual ele militava João Batista, seguido prefeito Municipal Dr. Wesley de Santi de Melo e presidente da Câmara Gregório Pereira Pinheiro que enalteceram o trabalho realizado e na cidade pelo professor Berto Cerchi, logo em seguida o corpo seguiu em um grande cortejo até cemitério local onde foi sepultado no jazido da família.

O prefeito declarou três dias de lutos em razão do falecimento do professor Carlos Alberto Cerchi, onde as bandeiras da União, do Estado e do Município ficarão hasteadas a meio mastro nos órgãos públicos municipais, de acordo com decreto nº 437 de 13 dezembro de 2023.

Carlos Alberto Cerchi, ou simplesmente, “professor Berto”, é natural de Sacramento, Estado de Minas Gerais; nasceu no dia 25 de junho de 1950, pelas mãos da parteira Edalides Milan de Rezende, na casa da Rua Tiradentes nº 55, no Bairro Rosário. Sendo filho de Quinto Cerchi e Olga Bertolucci, sendo o 11º de 12 filhos do casal. Berto é pai de quatro filhos, Maria Cerchi, Carlo Alberto, Henrique Quinto e Olga Cerchi.

Sua infância foi cheia de alegria e amizade; brincava com os irmãos e crianças na Praça do Rosário e no Campinho de Futebol próximo ao seminário do Senhor Redentor. Os poços do Chorão, Voltinha e Barro Preto eram as piscinas naturais onde a meninada praticava natação; veio depois o Rio Grande; a natação tornou-se assim o seu esporte preferido. Jogou futebol no Rosário Esporte Clube e no Esporte Clube Mariano. Na juventude foi diretor do Rosário Esporte Clube e do Esporte Clube Mariano; também líder estudantil nas gincanas promovidas pela União Estudantil Sacramentana.

Carlos Alberto trouxe da infância o exemplo e ensinamentos de seus pais; assimilou ao longo de sua formação rígida, dentre outras, qualidades e virtudes como: coerência, respeito, determinação, perseverança e amor ao próximo. Ele cursou o primário no Grupo Escolar Doutor Afonso Pena Junior e no Colégio Allan Kardec com o professor Antenor Germano, depois concluiu o primeiro e o 2º grau na E. E.  Coronel José Afonso de Almeida.

Formou-se em História Natural com habilitação em Ciências e Biologia, pela FISTA- Faculdade Integradas “Santo Tomás de Aquino”, de Uberaba-MG, em 1977. Lecionou durante quarenta anos, educando jovens de Rifaina, Araxá e Sacramento, onde trabalhou na Escola Estadual Coronel José Afonso de Almeida, lá se aposentando em 2015.

Carlos Alberto Cerchi é uma personalidade que explora os vários aspectos do seu ser, por este motivo não se limitou apenas à profissão de professor: foi vereador da cidade de Sacramento durante três mandatos, sendo eleito presidente da Câmara Municipal em duas ocasiões.

Porém, a Cultura sempre foi a umas das paixões de Carlos Alberto Cerchi, ocupou a titularidade da pasta de 2017 a 2020. Participou ativamente para que as duas Igrejas do Desemboque fossem tombadas pelo instituto de patrimônio em 1984. A então esquecida escritora Carolina Maria de Jesus, década de 1990, foi resgatada por ele, que reeditou pela sua destemida editora Bertolucci o livro “Bitita”. Com a obra “Os Bondes de Sacramento”, de sua autoria, ele documentou e preservou a pujança e o pioneirismo desse transporte público no interior do país, no início do século 20.

É membro da Companhia de Teatro Movimento Cênico; membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro; com a escrita se descobriu um guardião da história, memória e cultura de Sacramento. Fundou, em 1995, a revista Destaque In, de cunho cultural, que aborda também temas relativos à política e meio ambiente.

Como agente cultural Carlos Alberto sempre lutou em defesa da preservação do Patrimônio Cultural de Sacramento; em seu livro “Os Bondes de Sacramento”, por exemplo, ele recupera histórias vividas e esquecidas por muito tempo, apresentando explicações de como se deu o desenvolvimento de Sacramento. Em “Memória Fotográfica de Sacramento 1900-2000” a viagem é completa; a memória e história da Sacramento de ontem e de hoje se misturam.

O professor e escritor buscava resgatar e preservar a memória das grandes personalidades de Sacramento, sendo ele um dos grandes responsáveis por promover a imagem e os trabalhos de Carolina Maria de Jesus, além de fazer uma aproximação entre o ator Lima Duarte e a preservação do Desemboque, berço da sociedade do Triângulo Mineiro. Como escritor, o professor Berto ainda publicou os livros: Poesia Sem Pressa- 1976; Apologia Naturalista – 1980; Ainda Vivo – 1989; Desemboque, Documentário Histórico e Cultural – 1986; e as revistas: Revista Cosmovisão – 1984 e Revista de História – 1989.

Berto sempre teve coragem de lutar pelos seus ideais, sendo homem de princípios éticos, quando esteve na política respeitou todas as normas da gestão pública, na educação lecionou de forma didática e livre, sobrepondo-se a todos os desafios, críticas e injustiça durante toda sua caminhada. Carlos Aberto Cerchi merece nosso respeito em decorrência do exímio trabalho prestado à educação e pelas importantes contribuições no sentido da preservação da cultura e memória de Sacramento.

Berto Cerchi recebeu as mais altas horarias do município, comenda da Ordem de Nossa Senhora do Patrocínio do Santíssimo Sacramento e comenda da ordem Dr. Clemente Vieira de Araújo, dentre várias outras horárias por ele recebido.

Sua perseverança e fé na vida, que fizeram parte de sua trajetória nos seus 73 anos, estiveram mais evidentes nos últimos dois anos ao passar por verdadeira epopeia no seu tratamento, deixando assim um legado como professor, militante político e intelectual sólida credibilidade reconhecida por todos.

Sobre Jornal É Notícia

O Jornal a serviço de Sacramento / WhatsApp: 34 9 8423-26 86

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *